Publicado em

Escolha do sexo em Assassin’s Creed é algo que definitivo

Ao que parece, a escolha do sexo do protagonista não é algo meramente estético, e a Ubisoft Quebec quer reforçar isso colocando a possibilidade de escolha em Assassin’s Creed Odyssey. […]

Ao que parece, a escolha do sexo do protagonista não é algo meramente estético, e a Ubisoft Quebec quer reforçar isso colocando a possibilidade de escolha em Assassin’s Creed Odyssey.

O diretor do jogo, Scott Phillips, confirmou em entrevista que a limitação do gênero sexual impossibilitaria uma experiência melhor do game, e por conta disso, esse tipo de opção veio para ficar.

Inicialmente a novidade foi inserida em Assasssin’s Creed Syndicate, mas a princípio foi moldada por conta da história dos irmãos Jacob Fyre e Evie. Em Odyssey a proposta é diferente, pois como a trama fala especificamente de um guerreiro espartano, sem fazer distinção sobre o sexo do protagonista. Assim, a história se adapta ao personagem, sem a necessidade de diferenciar se ele é feminino ou masculino.

Isso não quer dizer que essa prática vai ser adotada por todos os games da Ubisoft – especialmente os da franquia Assassin’s Creed – mas mostra que a representatividade também esta atingindo a industria gamer.

Deixe sua opinião